terça-feira, 15 de junho de 2010

Saudade *.*


Bisa-avó


Eram aqueles tempos, minha querida avó, tempos de criança que eu nunca irei esquecer, nem hoje, nem amanhã, nem nunca:3
Foram tempos de criança, onde eu e tu éramos como filho e mãe (..) eras tu que olhavas por mim, eras tu que me davas carinho.
Nunca me esqueci daquele tempo em que nós e sim nós brincava-mos um com o outro, parecia-mos "um gato atrás de um rato" eu andava sempre a trás de ti.
Aqueles teus beijinhos, abraços os carinhos que me davas TUDO MESMO TUDO >
E hoje és e serás aquela minha confidente, sim tu percebes-me melhor que ninguém, sabes bem lidar com o meu feitio, és muito importante para mim como a água é para o nosso corpo, como um cigarro é para um fumador, como uma cerveja é para um bêbado (..)
Nunca te quero perder, tu és uma mãe para mim, és a pessoa que mais amo de amar. Eu sinto por ti um amor verdadeiro, um amor puro, um amor sentido entre os dois.
Bisa-Avó obrigado por tudo o que medeste e dás e sei que me vais continuar a dar *-*

3 comentários:

  1. e escreveres um texto novo, Pedro ? :)
    <3

    ResponderEliminar
  2. gosto , vou seguir , segue o meu também , se quiseres :D

    beijinho e desculpa o incómodo :$

    ResponderEliminar